13 setembro 2005

COINCIDÊNCIAS?!!!

Agora compreendo a razão de certas pessoas, quando dizem que Mário Soares tem uma visão monárquica do regime democrático português, senão vejamos:
- D. Miguel de Bragança numa Toirada realizada em Pombalinho no ano de 1824, saltou da trincheira e numa estocada certeira matou o toiro que estava a ser lidado.
- Mário Soares em Julho de 2005 declarou que seria um verdadeiro absurdo e uma tontice, candidatar-se à Presidência da Republica.
- D. Miguel de Bragança uns anos depois, mais precisamente em 1836, decretou a proibição de toiros de morte em Portugal.
- Mário Soares dois meses depois, em Setembro de 2005, apresentou-se como candidato à Presidência da Republica.
Ainda há quem diga, que a(s) história(s) nunca se repete(m).

2 comentários:

Guilherme Afonso disse...

Muito bem achado, caro Amigo. Parabéns.

Anónimo disse...

Se me permites a observação, não creio que D. Miguel tenha decretado a proibição em 1836... Nessa data ele já estava há dois anos no exílio na Ásstria, proibido de regressar a Portugal, depois de ter provocado uma guerra civi (1832-34)... e de facto, é uma pena a história não se repetir, pois se assim o fosse, então Mário Soares já há muito que teria sido recambiado para Paris depois de ter feito aquela descolonização "exemplar"...