16 setembro 2006

Parque Nacional Peneda Gerês

Visitar o Parque Nacional do Gerês é sempre uma oportunidade ùnica a não perder por quem aprecia uma forma diferente de se relacionar com a vida. Longe dos grandes ajuntamentos e movimentações de pessoas, aqui tudo é apreciado e vivido a ritmos diferentes. É possível apreciar a bondade com que a natureza quis brindar esta zona do nosso país, muito aprazível e dotada de condições sempre muito admiradas pelos inúmeros visitantes que ali ocorrem ao longo do ano. Um dos lugares de eleição deste paraíso verde, é a subida de barco do Rio Caldo em direcção à Barragem da Caniçada. O percurso inicia-se na Marina passando pouco depois sob as duas Pontes do mesmo Rio com arquitectura do reconhecido e prestigiado engenheiro português, Edgar Cardoso. Depois..., bem depois é deixarmo-nos levar pela beleza colorida das suas margens até ao fim da viagem.

Cais de embarque da Marina do Rio Caldo

Pontes do Rio Caldo

Ponte e Estalagem do Rio Caldo

Estalagem do Rio Caldo

7 comentários:

a.castro disse...

Conheço muito bem o Gerês. Já lá fui uma dezena de vezes. Por curiosidade, duas delas foram em trabalho. Entre 1968/73, trabalhando numa empresa inglesa de peritos contabilistas (Chartered Accountants), fui em serviço à Barragem da Caniçada e à de Vilarinho das Furnas. E a mais uma (esquece-me o nome) junto à fronteira de Portela do Homem. É exactamente como dizes, MGomes, a paisaigem é bela e única. Para pena minha, este ano foi nessa bela serra que se registou um dos maiores incêndios da "época". Não sei até que ponto afectou o Parque Peneda-Gerês
Abraço!.

Ludovicus Rex disse...

Deve ter sido uma viagem maravilhosa, a ver pelas fotos.
Obrigado pela opinião
Um abraço

magnolia disse...

Obrigada pela partilha. É sempre bom rever a beleza e o encanto de lugares cuidados e protegidos da "mão destruidora dos homens". O Gerês ainda é um paraíso em Portugal...

pvnam disse...

«mini-spam.»

---> Diz não à Civilização dos Palhaços (vulgo Parasita Branco).
---> Isto é, reivindica o Legítimo Direito ao SEPARATISMO:
-> a constituição de Espaços de Reserva Natural - para a preservação das Identidades Étnicas Autóctones.
{ ver: separatismo-50 }


Os Palhaços (vulgo Parasita Branco) são verdadeiramente 'notáveis':

Exemplo 1: Os Palhaços-Éticos europeus não falam nos HOLOCAUSTOS cometidos para benefício do Desenvolvimento Económico!!! --> um exemplo: muitas Tribos Nativas Americanas eram economicamente pouco rentáveis [eram nómadas que acompanhavam as migrações dos bisontes]... consequentemente... o EXTERMÍNIO TOTAL dessas Tribos [e consequente ocupação desses territórios por Povos (Raças) economicamente mais rentáveis - SUBSTITUIÇÃO POPULACIONAL] foi 'bom' para a economia...

Exemplo 2: Tal como os Nazis-Hitlerianos, os Palhaços-Éticos europeus adoram argumentar que a ELIMINAÇÃO de Identidades Étnicas é algo de «perfeitamente natural» [nota: para os Palhaços-Éticos europeus, as Identidades Étnicas alvo de «eliminação natural» são as Identidades Étnicas Autóctones... pois... a mestiçagem deve ser o 'futuro-único'].

Exemplo 3: Os Muçulmanos não possuem a 'trabalheira' dos incentivos à natalidade...; eles, pura e simplesmente, reprimem os Direitos das mulheres [elas são tratadas como uns 'Úteros Ambulantes'].
Por um lado, os Palhaços-Éticos europeus criticam o facto de os Muçulmanos reprimirem os Direitos das mulheres...
No entanto, por outro lado, os Palhaços-Éticos europeus pretendem aproveitar a 'produção demográfica' dos Muçulmanos para :
-1- Curtir mão-de-obra servil imigrante ao 'preço da chuva'...
-2- Curtir a existência de alguém que pague as Pensões de Reforma [apesar de... nem sequer constituírem uma Sociedade aonde se procede à Renovação Demográfica!!!]
----------> Como consequência... o Parasita Branco é INTOLERANTE para com a existência de Reservas Naturais de Povos Nativos... pois... a Ocupação da Europa por outros Povos - SUBSTITUIÇÃO POPULACIONAL - deve ser considerada um processo «perfeitamente natural»...

O Conquistador disse...

Sabes amigo, o parque Peneda de Gêres ser um belissimo lugar de lazer, mas agora foi ardido por mãos assassinas.
Um Abraço e uma boa semana

cat disse...

Não gostei muito...
Está muito fraquinho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

no verao vou ai e estou a faxer um trabalho do parque e estou a adorar