23 fevereiro 2006

Um pássaro igual a ti

Foi assim, a primeira página do jornal "Sete" no dia 25 de Fevereiro de 1987, afinal tinha desaparecido de entre nós, dois dias antes, o homem que mais cantou o desassossego social deste país tão maltratado nos últimos anos. Deixou ás gerações vindouras, uma enorme janela inspiradora no campo da musica popular portuguesa, muitos cantaram Zeca Afonso ou se inspiraram na sua musicalidade, alguns se referenciaram no seu ímpar desejo de transformar formas de pensar pela cultura musical. Sabemos que o sonho permanece, em cada esquina, em cada rosto, como muito bem Viriato Teles nos conta, neste belíssimo texto escrito igualmente no "Sete" .

3 comentários:

Rita disse...

Obrigada pela adesão!

BEijos

JG disse...

Como não deixar de pedir este post emprestado? Como deixei passar esta triste efeméride? Como me ter esquecido da morte do homem que tanto bem me fez e que, ainda hoje, é um símbolo da liberdade conquistada para todos os portugueses? Obrigado. Vou reproduzir o post. Um abraço

M disse...

...