28 maio 2006

A 1ª Grande Aposta, ao vivo

... Começámos a preparar o nosso primeiro espectáculo ao vivo em Lisboa. Por iniciativa das associações de estudantes, seria no dia 28 de Maio, na Aula Magna.

... No dia do concerto estávamos todos muito nervosos. Será que vem muita gente?
- Vais ver que é como na Amadora, rosna o Luís, referindo-se ao malogrado espectáculo para 52 pessoas.

... Dez minutos antes do início, fomos atrás do palco. Espreitamos da pequena porta que lhe dava acesso: A sala estava à pinha! Tão cheia que não se viam os degraus. Desta vez estavam os nossos pais, que já levavam um pouco mais a sério o nosso projecto.

... Começámos com um ritmo de tambores ao qual se sobrepôs a flauta do Artur. Um início diferente, com base no TV2...

... A sala atingira o rubro. Depois, foi ver toda a gente tentar dançar o N´vula, do Filipe Mukenga, apesar do pouco espaço disponível. Namoro, do Fausto e Viriato da Cruz, um verdadeiro hit para aquele público, manteve a festa. Explodiu com o Barco Vai de Saída do mesmo Fausto e com a Prima da Chula, para fecharmos com uma nossa. Nos últimos acordes, o Luís apresenta o grupo todo. Acabou o espectáculo. Saímos a correr depois das despedidas e do tradicional “Obrigado”.
...Venham lá esses encores...

... No final da Saudade ninguém arreda pé. Terá de ser mais uma...e a seguinte será mesmo a última, decidimos....
... Uns Vão Bem Outros Mal do Fausto, para acabar em cima.
- Sonhos cor de rosa! Cháu! Despede-se o Luís.
Lá dentro, nos camarins, recebemos dezenas de abraços de amigos, colegas e familiares. Tínhamos ganho a nossa primeira grande aposta ao vivo.

Trovante Por Detrás do Palco – Manuel Faria
Foto tirada daqui

2 comentários:

magnolia disse...

Gostava muito, quer dizer, ainda gosto muito dos Trovante, porque os oiço hoje em dia com a mesma admiração de há tantos anos atrás. Um grupo cheio de potencialidades que acabou cedo demais. Foi pena!

Júlia Coutinho disse...

E sabes uma coisa? eu estive lá, nessa noite, na Aula Magna ! Não consegui bilhete, a sala estava esgotada, mas fomos tão persistentes (eramos 4 amigos) que a organização acabou por nos deixar entrar ...
Foi um concerto inesquecível !!!!
acompanhei-os desde os primeiros passos ... ainda hoje me comovo com os seus discos e... continuo a adorar o Represas !