01 abril 2007

Mário Viegas


Um dos melhores actores da sua geração e uma espécie de rei dos palcos no tempo em que viveu. Também foi encenador, trabalhou no cinema e na televisão. Fundou três companhias de teatro. Aliás, o teatro corria-lhe nas veias. Foi uma paixão a que se dedicou por completo. Foi distinguido com o grau de comendador da Ordem do Infante D. Henrique. Irreverente, candidatou-se às eleições legislativas de 1985, como candidato independente pela UDP. O “slogan” apresentado era o seguinte: “O sonho ao Poder!” Mário Viegas foi um paranóico lúcido que nunca abdicou do seu desejo de intervenção social.

Mário Viegas 10 Nov 1948 – 01 Abr 1996
Foto e Textos RTP

8 comentários:

maat disse...

Obrigada pelas suas visitas. Uma boa semana.

Boa Páscoa.


***maat

Anónimo disse...

sem dúvida , uma grande luz, aqui, nesta "quinta" do Espaço.
Obrigada pela referência.

***maat

MANHENTE disse...

Jamais me esquecerei da voz do Mário Viegas declamador.

Ludovicus Rex disse...

Um exemlo de luta...
Um abraço

XRéis disse...

sem duvida que o Mário, como lhe chamava o meu pai que chegou a privar de perto com ele, era tudo isso e um ser humano do melhor!!!
obrigado pelo post.

papagueno disse...

Um grande actor, ajudou a moldar o meu gosto pela poesia.
Um abraço e boa páscoa.

Quintanilha disse...

E uma das maiores bichonas deste país!

Samir Machel disse...

É um daqueles que faz cá muita falta.

Abraco,

Samir