02 novembro 2006

Patetice


Depois de ouvir o Alberto João é impossível ficar indiferente. Hoje, a televisão de serviço público presenteou-nos com um programa humorístico de classificação medíocre e de baixíssima qualidade, definitivamente prefiro os Gatos Fedorentos, estes por enquanto conseguem-me pôr os neurónios saudávelmente em funcionamento. Pergunto a mim mesmo, porque raio de razões é que a Judite de Sousa se enganou no programa, ela habituando-nos a uma imagem televisivamente construída, não costumava entrevistar pessoas depois do telejornal?!!! Bem, é um facto que depois de ter reconhecido a situação insólita de estar no programa errado, lá tentou incutir um pouco de seriedade e cumprir o alinhamento da produção, mas o homem estava ali mesmo era para fazer humor, aliás, é o que ele melhor consegue fazer, mas sempre tem sido nas tardes carnavalescas da Madeira, não é? Senti-me decepcionado, esperava mais da direcção de programas da RTP1, vertente entretenimento, afinal de contas pagamos impostos, só para isto??!!!...
Nota – Sei que de meritório este tema nada tem, mas..., tinha que desabafar mesmo, nesta noite chuvosa de Novembro.

Caricatura daqui

3 comentários:

magnolia disse...

Concordo plenamente e entendo a indignação. O Alberto João deu-me aulas na Universidade. Ainda hoje não sei o que ele pretendia transmitir. As aulas eram um pagode e nada se aproveitava. Penso que o Alberto João se considera uma pessoa inatingível, superior a tudo e todos, sem a mínima noção da realidade. Bem identificado com a caricatura.
Bom fim de semana também.

a.castro disse...

Não vi o progama televisivo, mas venho "aqui" porque de facto o presidente da "república das bananas" é desconcertante e descortês (no mínimo...), para com tudo e todos. Insulta a "torto e a direito", incluindo Pres. da República e Constituição da República Portuguesa (a quem deve obediência, apesar de ter a "república" dele).
E os anos vão passando sem que haja uma autoridade política que tenha a coragem de meter esse homem nos "eixos"!!!
Abraço.

PiresF disse...

E fizeste muito bem em ter falado. As palhaçadas, também merecem uma palavra.

Abraço.